Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Silver Wing

The Silver Wing

Como reduzir a ansiedade

Foi-me diagnostica ansiedade quando eu tinha cerca de 24 anos... Após sucessivas entradas nas urgências como os níveis de glicémia e de tensão baixos, o meu organismo alertava que algo não estava bem. Decido então recorrer a um médico de clínica geral, e foi aí que depois de diversas análises o diagnóstico lá chegou... "Liliana, tu sofres de ansiedade!". 

 

Confesso que quando o médico me disse isto, fiquei na mesma! Não sabia o que era a ansiedade, mas sabia o efeito que tinha em mim. Foi-me aconselhada uma vida mais calma e isso só dependia do modo como eu levava a minha vida... 

 

Hoje passados quase 10 anos, ainda não consigo controlar totalmente a minha ansiedade. Bem sei que a medicação no meu caso foi a melhor alternativa, mas não sendo uma solução para o futuro, eu tenho procurado reduzir ao máximo os sintomas e procurando encontrar o meu ponto de equilíbrio.  

 

Para quem sofre deste problema tal como eu, deixo-vos aqui algumas dicas de como acalmarmo-nos perante situações de grande tensão e como podemos levar uma vida mais calma. 

 

Ansiedade.png

Respirar fundo...  Perante um qualquer sinal do meu coração que demonstre estar em situação de esforço, respiro fundo várias vezes até acalmar. Este é o primeiro passo que eu tomo e que, habitualmente, tem um efeito imediato. Começo a sentir-me mais calma e consigo refletir melhor sobre os meus atos e sobre as decisões que tenho de tomar.

 

Exercício físico... Este foi um hábito que só adquiri mais tarde. Faço exercício físico cerca de 2 a 3 vezes por semana e isto regula os meus níveis de stress. É mesmo uma mais valia, porque me mantém mais saudável e mais calma.

 

Pensamento positivo...  Culpar-me pelos meus erros e tentar ser perfecionista, foram atitudes que me geravam um enorme stress e me deixavam muito ansiosa. Hoje me dia, tento manter um pensamento positivo, porque situações chatas e momentos menos bons fazem parte da vida, temos é que aprender a lidar com eles.

 

Focar-me numa única tarefa ...  Tentar fazer mil e uma coisas ao mesmo tempo, só me retira a produtividade e me deixa ainda mais nervosa. Por isso, todos os dias faço uma lista das tarefas a realizar, quer no trabalho ou fora dele. Procuro elaborar a minha lista de um modo racional, por forma a não me sentir frustrada por chegar ao final do dia e não conseguir realizar uma boa parte dos itens na lista. Sigo a lista ao rigor, focando-me no mais urgente e procurando realizar uma única tarefa de cada vez. 

 

Lidar com a ansiedade depende de pessoa para pessoa. Geralmente é necessário mesmo procurar aconselhamento médico para aliviar os sintomas. No meu caso, foi o que fiz, mas não é apenas a medicação que nos ajuda nestes casos, aprender a lidar com o problema pode reduzir, e muito, os sintomas e a conhecer-mos melhor as atitudes a tomar... E lembra-te, se algo correr mal, no final do dia, estará tudo bem :) 

 

 

 

 

 

14 comentários

Comentar post

A Autora

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram @thesilverwingblog

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D