Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Silver Wing

The Silver Wing

Valoriza-te!

Se conheces o teu valorAdiciona-lhe uma taxa!

 

Tenho a plena consciência que não sou um excelente exemplo no que toca a "valorizar-me", mas também nunca me achei melhor, nem tão pouco pior do que alguém... Cada pessoa tem as suas qualidades e defeitos, e o melhor mesmo é conhecer bem os nossos para estarmos sempre preparados(as) para as adversidades do dia-a-dia. 

 

Recordo-me dos tempos em que ainda andava na faculdade e não "pescar" nada do que por lá se ensinava, depois de um semestre à toa, impus a mim mesma a exigência de ter que passar às cadeiras do semestre seguinte, caso contrário, mais valia reconhecer que não tinha capacidade para o fazer... Recordo-me de ter alterado completamente as minha rotinas diárias, de passar a estudar todos os dias, de me "cultivar" a mim própria e de ganhar aquela coragem de ir fazer perguntas parvas aos professores... Nas minhas primeiras tentativas de ir questionar o que não sabia a uma professora na altura, recordo-me perfeitamente da resposta dela "Estuda mais um bocado e saberás a resposta!"... Fiquei desanimada, confesso, mas na verdade parecia que ela acreditava mais em mim, do que eu acreditava em mim própria, e lá ia eu para casa com os livros na mão e a saber que a resposta estava ali... Revirei os apontamentos de uma ponta à outra, procurei livros e lá estudei, mas estava convicta que não sabia a resposta e já me sentia mal por não o saber. No dia seguinte, lá segui para a faculdade, mas já levava alguma ideia do que poderia ser uma possível resposta, apesar de não estar nada convencida... Quando cheguei junto da professora disse-lhe "Ainda não sei a resposta, mas estudei isto e cheguei a esta conclusão, mas não consigo passar daqui!". Ela olhou para mim, sorriu e para além de me ter dado a resposta, disse-me que não interessava se eu sabia a resposta completa ou não, o que importava ali era eu ter tentado, porque só com aquela atitude eu chegaria lá... No fim, lá cheguei, passei àquela e a muitas mais cadeiras que me passaram pela frente, nunca fui uma excelente aluna com as notas no quadro de honra, mas tenho orgulho por ter chegado onde cheguei. 

 

Independentemente do que  os outros possam achar de ti, o que importa mesmo é o que TU achas de ti próprio(a), no que TU acreditas, o que TU vês em ti próprio(a)... Não importa a velocidade a que vais, nem quais os meios que utilizas, mas tem sempre a consciência que não vale a pena tentar passar por cima de alguém para mostrar que és melhor, porque TU não precisas de mostrar nada a ninguém... Tu apenas tens que tentar encontrar o teu valor! E já agora, adiciona-lhe uma taxa, porque amor próprio em excesso nunca fez mal a ninguém! 

 

 

 

Não importa o tempo que demoras, importa sim é nunca teres tentado... 

 

 

 

#5 Desafio palavras [quase] perfeitas » Esperança

Ontem foi a última quarta-feira do mês e como tal venho responder ao desafio foi lançado pelo blogue "a vida não tem de ser perfeita" ♥ (http://avidanaotemdeserperfeita.blogspot.com), da autora Cris Loureiro. A ideia é publicar um post, na última quarta-feira de cada mês, sobre uma palavra.A palavra do mês de Maio foi Esperança. 

 

A vida acabará por te mostrar o teu caminho...

 

Dizem que a esperança é sempre a última que morrer... há dias que vale a pena pensar que sim, mas há outros dias que mais vale ser realista, e conseguir ver que a esperança só faz sentido quando nos coloca no caminho certo.

 

Quantas vezes já passámos por situações que nos colocam no nosso limite? Quantas vezes já desistimos de algo que nos vai fazer feliz? Quantas vezes deixámos de acreditar em nós? Quantas vezes já perdemos a nossa esperança? E quantas vezes já deveríamos ter deixado a esperança de lado e partir para outro caminho? Estas são questões que me coloco a mim mesma sempre que a vida decide me colocar desafios, e cujas respostas não são imediatas, podem demorar segundos, como anos... O que hoje pode ser uma esperança para mim, amanhã poderá não fazer qualquer sentido. É a vida a mostrar-me que tenho de ser suficientemente forte e ágil para me adaptar as estas adversidades. É a vida a mostrar-me que o caminho é outro e que a minha perspetiva terá mesmo que mudar. 

 

Para mim a esperança só acabará apenas quando o tempo chegar ao fim, quando a vida terminar! Até lá, vou cair muitas vezes, vou-me levantar cada vez mais forte, mas seguirei sempre em frente. Vai haver muitos dias que nem terei força para pensar sequer em ter qualquer esperança, como haverá muitos outros dias que agarrar-me-ei a tudo o que me dê força e energia... A incerteza da vida é que vai guiando o meu caminho! E que sempre assim seja...  

 

 

Agarra a vida, pois esta é a única que tens!

#esperança

 

A Autora

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram @thesilverwingblog

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D